ADRIMAG

Temos 49 visitantes em linha
PRODER - Programa de Desenvolvimento Rural Versão para impressão Enviar por E-mail
 
    A ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO DA ADRIMAG (ELD)
 
    PopulaçãoTotal:109 105
    Área intervenção: 1 450,8 km2
 
 
 
 
Este território insere-se no espaço geográfico do Centro Norte e é formado pelos maciços das serras de Montemuro, Arada e Gralheira. Engloba a totalidade dos concelhos de Arouca, Castelo de Paiva, Castro Daire, Sever do Vouga e Vale de Cambra e algumas freguesias dos concelhos de Cinfães e São Pedro do Sul.

 A homogeneidade deste território advém das características geográficas da região: área de montanha com uma população com “modus vivendi” serrano, onde persiste uma agricultura complementar a outras actividades como forma de rendimento.
É uma região marcadamente agrícola, quer a contemplemos sob a componente da área de ocupação do solo, quer sob o ponto de vista da proveniência dos rendimentos económicos da população.

Esta zona predominantemente montanhosa, é atravessada pelo Rio Paiva, afluente do Douro e pelos rios Arda e Bestança, igualmente afluentes do Douro. Atravessa ainda esta região o rio Caima, afluente do Rio Vouga.

 A estratégia local de desenvolvimento deverá ter como finalidade a criação de uma região com uma forte dinâmica empreendedora e inovadora e com elevada qualidade de vida, orientada para os recursos endógenos, numa perspectiva de promoção turística e de preservação ambiental, que não descura a coesão social e o bem - estar dos seus habitantes.
 
Objectivos Estratégicos
• Desenvolver o turismo de natureza e os recursos endógenos;
• Divulgar e preservar o património rural;
• Apostar no empreendedorismo e na criação de empresas e serviços de base social.
  A fim de alcançar estes objectivos aposta-se numa política de desenvolvimento que vise
• A defesa do património endógeno nomeadamente no que se refere às raças autóctones;
• O desenvolvimento do sector de turismo rural orientado para a competitividade da região e fixação da população;
• O apoio a todo o tipo de iniciativas culturais, incentivando o desenvolvimento de actividades ligadas ao artesanato, à etnografia e à animação do espaço rural;
• A aposta na formação profissional, e a criação de relações de parcerias entre organismos e entidades congéneres;
• O apoio à criação de microempresas inovadoras, sustentáveis, solidárias e socialmente responsáveis.
 
Apoios:
 


 

Estamos em processo de adoção do novo acordo ortográfico.